Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Comunicação > Mais uma etapa do projeto de reflorestamento das margens do Rio São João Grande é realizada no Campus Itapina
Início do conteúdo da página

Mais uma etapa do projeto de reflorestamento das margens do Rio São João Grande é realizada no Campus Itapina

Publicado: Quarta, 04 de Novembro de 2020, 11h48 | Última atualização em Quarta, 04 de Novembro de 2020, 12h03
imagem sem descrição.

Nesta segunda etapa, estão sendo realizados os trabalhos de ampliação da área reflorestada, replantio de mudas que morreram e controle de ervas daninhas.

Estudantes e servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes) - Campus Itapina realizaram nos dias 29 e 30 de outubro uma nova etapa do projeto de reflorestamento da margem do Rio São João Grande dentro da área do Campus.

Essa é a terceira etapa do projeto e consiste na reposição de mudas que morreram e na ampliação do plantio da área reflorestada. Durante esta etapa, também foi implementada uma técnica, com uso de papelões, para controle de ervas daninhas sobre as mudas plantadas nas etapas anteriores.

O Projeto de Reflorestamento é realizado pelo Núcleo de Educação Ambiental e Agroecologia - NEAA do Campus Itapina. Nesta fase, participaram os servidores e membros do NEAA, Rosinei Ronconi Vieiras, Tessa Chimalli e Vitório Correa Júnior, além dos estudantes e bolsistas Alexandre Taffner Chiabai e Rodrigo Rodrigues.

Esta atividade é uma continuidade aos trabalhos de reflorestamento iniciados em 2019. O Rio São João Grande é um dos afluentes da margem esquerda do Rio Doce. Suas águas além de margearem parte do Campus Itapina, também serve como importante manancial para provimento de água de consumo humano em todo o Campus Itapina. O Rio Doce que também margeia o Campus Itapina é o responsável por abastecer com água toda a Coordenadoria de Aquicultura e servir de complemento ao abastecimento de água potável do campus durante o período de seca, onde o volume de água do Rio São João Grande reduz significativamente.

De acordo com o Professor Rosinei, "essas atividades são essenciais para amenizar a degradação ocorrida ao longo de décadas na região, além de contribuir para reduzir o assoreamento dos rios e proporcionar a elevação da diversidade biológica da região, algo muito importante para o equilíbrio dos ecossistemas".

As novas etapas do Projeto consistem em dar continuidade no manejo de ervas daninhas para não abafar as mudas, realizar a proteção das mudas contra o ataque de formigas e ampliar a área plantada. Essas atividades ainda não tem data marcada, mas serão após o recesso acadêmico.

Devido a pandemia causada pelo novo CoronaVirus, a atividade promovida pelo NEAA teve participação reduzidas de pessoas, envitando agromerações e todos os envolvidos realizaram o distanciamento recomendado pelas autoridades de saúde, bem como utilizavam máscaras.

Outras ações

Campus Itapina realiza projeto de reflorestamento as margens do Rio São João Grande em Colatina

Reflorestamento 01

 Reflorestamento 03Reflorestamento 04

registrado em:
Fim do conteúdo da página