Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Comunicação > Diretor do Campus Itapina representará o Ifes no AgroNordeste
Início do conteúdo da página

Diretor do Campus Itapina representará o Ifes no AgroNordeste

Publicado: Sexta, 09 de Outubro de 2020, 16h25 | Última atualização em Sexta, 09 de Outubro de 2020, 16h52

Programa AgroNordeste tem como objetivo fomentar o desenvolvimento de ações para a melhoria da competitividade das cadeias produtivas do Nordeste do país e do Norte do Espírito Santo e de Minas Gerais.

Foi publicado no Diário Oficial da União do dia 6 de outubro de 2020 a Portaria n. 106 da SFA-ES/MAPA, que nomeia o Diretor Geral do Ifes Campus Itapina, Prof. Fabio Lyrio Santos, como membro titular do Comitê Estadual de Coordenação do Agronordeste. A Profª Walkyria Barcelos Sperandio, Diretora Geral do Ifes Campus Santa Teresa é a suplente. Ambos os servidores representarão o Instituto Federal do Espírito Santo no Comitê.

O AgroNordeste é um programa do MAPA, criado em outubro de 2019 pelo Governo Federal, e que visa fomentar o desenvolvimento por meio do financiamento de ações para a melhoria da competitividade das cadeias produtivas no Nordeste do país e do Norte do Espírito Santo e de Minas Gerais. Além do Ifes e da própria SFA-ES/MAPA, compõem este comitê: Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Ceplac, Ufes, Conab, FAES, Incra, OCB-ES, Seag-ES, Sebrae e Senar.

Em agosto, a Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), do Ministério da Economia, aprovou projeto do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) no valor de US$ 230 milhões para financiar ações do AgroNordeste. Os recursos virão do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), sendo que US$ 40 milhões em contrapartidas da União, por um período de seis anos.

Em cinco estados, os planos de trabalho para a estruturação das cadeias produtivas prioritárias já foram concluídos: Paraíba, Rio Grande do Norte, Alagoas, Maranhão e Sergipe. Foram definidos 12 territórios, com cadeias que vão da fruticultura irrigada à ovinocaprinocultura, passando pela apicultura, produção de camarões, cultivo de mandioca e produção de leite bovino. Agora o trabalho começa também a ganhar força no Espírito Santo.

O Prof. Fabio Lyrio fez questão de agradecer à confiança a ele creditada pelo Reitor do Ifes, Prof. Jadir José Pela, e ressaltou a importância do programa: “É sempre uma satisfação e uma honra representar o Ifes em qualquer frente de trabalho. É fundamental que nosso Instituto participe sempre com protagonismo nos debates e nas ações cuja temática é o desenvolvimento regional. O AgroNordeste poderá auxiliar os pequenos produtores do centro-norte do estado no acesso ao crédito e, principalmente, a tecnologias produtivas, melhorando sua produtividade e renda.”. Assim como aconteceu nos outros estados, as ações iniciais vão identificar as regiões do primeiro conjunto de territórios prioritários, com as cadeias produtivas principais.

Saiba mais em: https://www.gov.br/agricultura/pt-br/agronordeste

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página