Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Comunicação > Ifes capta recursos para 288 bolsas do Pibid e da Residência Pedagógica
Início do conteúdo da página

Ifes capta recursos para 288 bolsas do Pibid e da Residência Pedagógica

Publicado: Quarta, 03 de Junho de 2020, 14h16 | Última atualização em Quarta, 03 de Junho de 2020, 14h16

Programas são importantes ferramentas para a formação dos licenciandos.

O Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) conseguiu captar recursos junto à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior (Capes) para um total de 288 bolsas dos programas Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) e Residência Pedagógica (RP). O valor total é de R$ 2.073.600.

Serão 168 alunos de licenciaturas beneficiados com bolsas de R$ 400 por até 18 meses, pelo Pibid; e 120 alunos beneficiados com o mesmo valor de bolsas e pelo mesmo período de tempo, pela Residência Pedagógica. As bolsas, entretanto, ainda não têm prazo para serem implementadas, considerando que a pandemia do novo coronavírus alterou o cronograma dos programas. O coordenador institucional da Residência Pedagógica, Lauro Sá, explica que o Ifes aguarda as orientações da Capes.

No Instituto, o Pibid e a Residência Pedagógica estão vinculados à Pró-Reitoria de Ensino, mais especificamente à Diretoria de Graduação. Desde 2009, o Ifes obteve êxito em participar de todos os ciclos dos programas, que auxiliam na formação dos futuros professores.

Lauro explica que o Pibid é destinado a licenciandos que tenham cumprido menos de 60% do curso; já a residência é para aqueles que estejam na segunda metade do curso, ou seja, tenham cumprido ao menos 50% da carga horária. No primeiro programa, o aluno atua mais no acompanhamento e observação das atividades escolares; no segundo, tem um papel um pouco mais autônomo e propositivo.

“São programas importantes porque na essência eles buscam fazer várias integrações: da teoria com prática; de pessoas experientes com iniciantes; e do Ifes com as redes de ensino, com a comunidade escolar. Os programas vêm estreitar esses laços com o objetivo de melhorar, a priori, a formação inicial do licenciando, mas com efeitos benéficos para a rede de ensino”, pontuou.

Vivência na sala de aula
Por meio do Pibid e da Residência Pedagógica, os alunos das licenciaturas têm a oportunidade de vivenciar o cotidiano da sala de aula e de se verem como professores. A estudante Thaynara Doring, do 9° período de Licenciatura em Pedagogia no Campus Itapina, por exemplo, conta que sua experiência no Pibid foi essencial.

Thaynara Doring aluna pedagogia Itapina

Ela foi bolsista por um ano e meio numa escola municipal de Colatina e atuou junto a alunos do 1° ao 5° ano do ensino fundamental, realizando atividades de leitura e contação de histórias. “Também fiz, com ajuda da escola, professores e de alunas residentes, pequenas experiências de ciências com os alunos. Tinha momentos em que nos era dada a oportunidade de atuar como docentes na sala”, relembrou.

“Para mim, foi de extrema importância essa vivência do programa, pois foi a partir dele que tive a oportunidade de estar e conviver em um ambiente escolar como uma docente, desenvolvendo projetos, aulas, e vendo como é o dia a dia de uma escola, as demandas que nos propõe enquanto formadores”, destacou.

Veja mais informações sobre o Pibid no Ifes.
Acesse mais informações sobre a Residência Pedagógica.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social - ACS - Reitoria

registrado em:
Fim do conteúdo da página