Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Comunicação > Inscrições para competição Fórmula Drone 2018 abrem nesta quinta (1º)
Início do conteúdo da página

Inscrições para competição Fórmula Drone 2018 abrem nesta quinta (1º)

Publicado: Sexta, 02 de Março de 2018, 14h36 | Última atualização em Sexta, 02 de Março de 2018, 14h36

As inscrições para participar da Competição SAE Brasil – Sociedade Brasileira da Tecnologia da Mobilidade – Fórmula Drone 2018 podem ser realizadas por estudantes de ensino técnico de nível médio até 30 de março. O torneio, que tem apoio da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), receberá as equipes no período de 6 a 9 de setembro em Itajubá, Minas Gerais.

Esta é a segunda vez que a Fórmula Drone acontece no país, mas agora o evento terá maior proporção: ele vai ser em nível nacional. Na primeira edição, quando a disputa ainda era um projeto-piloto, apenas os estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo participaram.

O objetivo da competição é incentivar estudantes a desenvolverem liderança, espírito de equipe, planejamento e capacidade de vender projetos e ideias a partir do desenvolvimento de drones. A disputa ocorrerá entre grupos formados por até 15 estudantes, orientados por um professor. Cada um terá que projetar, documentar, construir e voar um drone.

Para o membro do conselho superior e vice-presidente aeroespacial da SAE Brasil, Horácio Aragonés Forjaz, a realização da Fórmula Drone é importante porque prepara os estudantes para o mercado profissional. “Eles competem com os produtos que construíram, se organizam, buscam autofinanciamento e patrocínios. Naturalmente, surgem o líder, a pessoa responsável pelo marketing, o que cuida da área técnica (...). Tudo isso é um exercício de empreendedorismo e mostra o que eles vão ver na vida.”

Para fazer parte do torneio, os concorrentes precisam apresentar documentos à SAE Brasil, como termo explícito de participação e atestado de matrícula referente ao ano de 2018. Outra regra do torneio consiste na inscrição de duas equipes por instituição. Caso esse número seja ultrapassado, as inscrições serão automaticamente suspensas pela Organização e a instituição precisará se pronunciar acerca de qual grupo poderá participar do evento.

Além de contemplar estudantes, o projeto também é destinado ao treinamento de professores orientadores. Segundo Forjaz, a capacitação dos docentes é fundamental para gerar melhorias no ensino. “Esse projeto é um estímulo para que as escolas cresçam no sentido da robótica, mecatrônica e tecnologia da informação, por exemplo. Se os professores passam por treinamento e, logo em seguida têm interação com os alunos, aprendendo com as próprias equipes e com as adversárias, eles voltam para as bases mais qualificados. É um círculo virtuoso.”

Mais informações pelos e-mails diana.krug@saebrasil.org.br e formuladrone@saebrasil.org.br.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social - ACS - Reitoria Ifes e Assessoria de Comunicação do Conif

registrado em:
Fim do conteúdo da página